30 de jul de 2011

Experiências de uma Viagem Missionária III


Ultima Parte.
Na terça feira continuaram as atividades de evangelismo durante o dia pelas casas da cidade, lembro-me que já no fim desse dia, passei por perto de um lixão, e ali se encontravam muitas crianças, eu e minha colega de evangelismo Jeciane chegamos até essas crianças e de uma forma muito descontraída contamos uma história da bíblia, e quando perguntei quem era Jesus pra eles, me responderam que Jesus é quem ajuda o papai e a mamãe, quem lhes dava o alimento, foi muito bom ver aqueles olhos brilhando ao ouvir a palavra de Deus, louvamos muito a Deus por ter nos conduzido até aquele lugar de extrema miséria, mas creio que o Senhor já está fazendo proezas ali naquele lugar. A noite houve reuniões evangelísticas na casa de alguns irmãos, e as 21 h, fomos todos à praça principal da Cidade pra um grande impacto evangelístico, foram mais de 250 pessoas que estavam presentes naquele lugar, para glória de Deus, havia tantas pessoas que na hora que nos espalhamos no meio delas pra pregar, ficávamos sem saber pra onde ir rsrsrs, foram tantas vidas que aceitaram a Jesus naquele dia, principalmente jovens, fomos instruídos a pegar os nomes e endereços dessas pessoas pois no outro dia pela manhã íamos fazer visitas, e esse foi mais um dia de vitória no sertão.
Quarta feira pela manhã foi fazer visitas nas casas das pessoas que aceitaram Jesus, tinham muitos adolescentes, e sempre que agente chegava nessas casas éramos bem recebidos por suas mães e pais, ficavam muito felizes em saber que seus filhos tomaram essa decisão tão importante, pedimos pra que eles apoiassem seus filhos e os incentivassem a ir a igreja, pra glória de Deus alguns desses pais aceitaram Jesus durante nossas visitas, e assim a nossa manhã já foi de vitórias! A noite o culto ia ser mais que especial “Culto de Missões” passamos a tarde orando e nos preparando. A noite a Igreja Ficou repleta de novos convertidos, a igreja estava muito cheia nesse dia, fizemos muitas apresentações e n final do culto quando o pastor fez o convite, mais jovens aceitaram a Jesus.
Quinta feira tirou a manhã pra descansar, pois a tarde iríamos evangelizar em uma cidade próxima “Maravilha” , quando chegamos a esse lugar nos espalhamos para o evangelismo, não foi fácil falar de Jesus para as pessoas daquela região, fomos barrados em muitas casas, as pessoas sempre fechavam as portas para nós, havia uma grande quantidade de testemunhas de Jeová naquela cidade, e a noite iríamos fazer um impacto na praça principal daquele lugar, mesmo com uma experiência não muito agradável a tarde, sabíamos que Deus iria fazer algo ao nosso favor durante esse impacto. Quando chegamos a essa praça, automaticamente todos sentimos um grande peso, mas ali nos reunimos fizemos uma oração e começamos o impacto, Deus já começou a trabalhar antes de iniciarmos o impacto, Ele usou um rapaz que estava desviado há muito tempo da igreja, pra nos ceder energia pra ligar a caixa de som, aos poucos as pessoas começaram a chegar, e logo, a praça encheu de gente, muitos jovens, nesse dia havia um grupo de jovens reunidos e o Espírito Santo, tocou em meu coração pra ir até onde eles estavam falar do amor de Cristo, haviam mais ou menos 8 jovens, chamei um amigo meu e nós fomos com muita autoridade até eles, ali falei do amor de Jesus de uma forma tão simples porém muito direta, logo que comecei a pregar, outras pessoas foram chegando, e quando fiz o convite todas essas pessoas aceitaram a Cristo, havia muitas pessoas, eu pedi pra fazer um circulo e todos dessem as mãos e ali em praça publica aceitaram a Jesus, muitos deles, nunca tinham ouvido a palavra de Deus antes! Enquanto eu orava de um lado da praça, mais pessoas aceitaram a Jesus com os outros meninos da equipe, tenho certeza que aquele lugar nunca foi o mesmo desde aquele dia. Voltamos pra Ouro Branco já muito tarde, sempre louvando a Jesus pelas maravilhas que ele tinha feito.
Sexta Feira foi nosso ultimo dia em Ouro Branco, logo cedo fomos fazer um impacto na feira da cidade, já foi uma manhã de conquistas, o prefeito da Cidade nos cedeu um carro de som pra realizarmos esse impacto, entre uma coreografia e outra nos espalhávamos no meio das pessoas pra falar de Jesus e sempre tínhamos bons resultados, Ele sempre nos surpreendia, cada pessoas que abordávamos era uma vitória. A tarde fomos a casa de uma irmã que nos preparou um banquete abençoado rsrsrsrs, e a noite foi o Culto de despedida, a igreja em que ficamos estava passando por um período de frieza espiritual, os crentes estávamos muito acomodados e conformados, o pastor se emocionou muito naquele culto, disse algumas palavras duras para igreja, pois em tão pouco tempo um grupo de Jovens, que decidiram renunciar suas férias pra dedicá-las ao senhor, fez a diferença naquela cidade, sendo que muitos crentes ali, nunca tinham ganhado uma alma pra Jesus, logo o Espirito Santo começou a mover dentro a igreja, todos começaram a chorar, e já no final do culto, o Pastor criou um grupo de evangelismo e chamou lá pra frente as pessoas que estavam determinadas em dar continuidade ao trabalho que nós começamos a fazer naquele lugar, quase metade da igreja foi, ali nos oramos por aqueles irmãos que se comprometeram em fazer a diferença naquela terra, fiquei muito feliz em saber que Deus estava trazendo um novo tempo pra vida daqueles irmãos, que precisava ter vindo pessoas de fora, pra que eles fossem despertados e que tudo aquilo que nós fizemos poderia já ter sido feito a muito tempo por eles. Já no final do culto o Pastor convidou os irmãos da igreja pra vir no outro dia logo cedo se despedir da equipe.
Sábado no dia da nossa despedida fomos cedinho a igreja nos despedir dos irmãos, muitas e muitas lágrimas rsrsrsrs, os irmãos não queria nos deixar voltar, ficamos muito emocionados nesse momento, nos deram lembranças, e nos convidaram a voltar em sua cidade. Saímos de lá cedinho, quando chegamos na base, nos reencontramos com a Equipe que tinha ido pra cidade de “Coruripe” foi uma festa! Tanto nós como eles queriam contar as experiências que vivemos, a tarde foi a nossa formatura, todos tomados pelo Espírito Santo, eu fui o escolhido pra falar alguns testemunhos do que Deus fez lá no Sertão, foram tantos resultados positivos que tivemos durante essa viagem, tantas bênçãos!
Assim foi uma das experiências mais marcantes que Deus me fez passar, a minha primeira viagem missionária, Creio que muitas mais virão. 
Colunista : Túlio Portela 


Nenhum comentário: