9 de jul de 2011

A informação nos satisfaz mais a formação nos capacita


A sociedade tonou-se imediatista, a cultura pós- moderna gerou pessoas que não querem mais esperar, e, infelizmente isso acontece quando o assunto é conhecimento.


O Google oferece uma resposta rápida a todas as perguntas pesquisadas e isso não gera mais formadores de opinião, mas sim “transmissores de opinião”.
Perguntas como “Quem é Jesus de Nazaré?” já receberam mais de 14.200.000 consultas no Google. Isso é preocupante, pois as informações do Google são de fontes diferentes, algumas boas, porém, outras ruins, capazes de produzir incredulidade. Para um site espírita, por exemplo, Jesus é um espírito evoluído; já para um site budista, Jesus é o Iluminado. São informações que contradizem a Palavra de Deus.

O Senhor Deus disse em Oséias 4.6 ‘O meu povo foi destruído por que lhe faltou o conhecimento; ’ devemos tomar o exemplo dos crentes bereanos, examinando cuidadosamente as Escrituras.  A melhor forma de buscar o conhecimento é examinar a Palavra de Deus.
Os evangelhos registram as perguntas feitas por Jesus, á didática de Jesus apresenta umas das ferramentas mais importantes para o ensino.
Que é arte de fazer perguntas. Esse método é conhecido como Socrático, uma prática desenvolvida pelo filosofo Sócrates, uma forma de ajudar a pessoa ter seu próprio raciocínio e solucionar a sua dúvida. Jesus criara mentes pensantes.

Jesus não queria dá respostar rápidas, ele queria que as pessoas pensassem ao menos no que estava perguntando ( o que não acontece, conosco que muitas vezes paramos de pensar e recorremos ao Google).
Queridos leitores não devemos buscar informações superficiais e filosofia de vãs sutilezas. Devemos buscar a veracidade da palavra de Deus. E buscar sempre está fundamentos no ensinamento de Jesus.

Deus vos abençoe! 
Siga-nos no Twitter Oficial @AcordaJovens

Nenhum comentário: