14 de mar de 2013

DESPREZADO PELOS PRÓPRIOS IRMÃOS?



Após a publicação do texto da última quinta (JOVEM, DESPREZADO DENTRO DE CASA?), fui procurado por outros jovens querendo desabafar, conversar e conselhos referente aos desprezos que eles estavam passando dentro de casa, onde alguns se identificaram em muito com o texto anterior e outros desabafaram que o desprezo
não estava sendo nem pelos pais, mas sim pelos seus irmãos. Infelizmente isso são fatos mais comuns do que imaginamos em nosso meio social, onde alguns irmãos por inveja, capricho ou influência errada do mundo terminam desprezando e maltratando seu próprio irmão. Vejamos o caso de Davi, que foi levar mantimentos aos seus irmãos no campo de batalha e ao chegar lá foi mal recebido por eles, chamado de presunçoso e mal. Alguns lares hoje em dia vivem situações em que alguns irmãos simplesmente sentem raiva e desprezo só em ver o outro, e isso muitas vezes caracteriza-se apenas por uma frustração pessoal de incapacidade própria de fazer algo e ao ver o outro tendo sucesso, ao invés de incentivar e se alegrar com as conquistas dele, antes passam a ter inveja e raiva. Se isso não for bem cuidado poder levar a duras e irreversíveis conseqüências. A melhor forma de lidar com isso não é bater de frente ao ser afrontado levando a uma batalha para ver quem tem mais força, mas sim ficar calado e evitar atitudes que demonstrem mesmo sem querer como exibição e provocação. Siga o exemplo de Cristo que mesmo sendo o filho de Deus, por mais que tenha sido provocado, escarnecido e maltratado, sempre se manteve calado e alcançou a vitória final. Eu sou exemplo disso onde algumas vezes no passado fui maltratado e humilhado pelos irmãos e hoje eles reconhecem que o fato de eu ter ficado calado (calar no momento certo não é medo, mas sim sabedoria) muita coisa foi evitada e hoje em dia temos uma boa convivência para a glória de Deus. Jovem, vença o desprezo dos seus irmãos com seu silêncio e conte sua história pra Jesus, pois ELE pode lhe ajudar.
Leia 1 Sm 17.28 e conheça esse segundo de 4 desprezos que Davi sofreu. Próxima quinta falarei aqui do terceiro desprezo de Davi.  

Nenhum comentário: