1 de mai de 2013

VOCÊ E O VIRTUAL



Uma conversa num bate-papo, um comentário numa rede social, um visitinha numa comunidade virtual... Podem parecer divertidos, prazerosos e inofensivos. Entretanto
bem sabemos que também envolve perigo. Na internet existem coisas boas e ruins, precisamos ser inteligentes e vigilantes o suficiente para não comprarmos “gato por lebre”. Um relacionamento virtual é um relacionamento em potencial, que PODE vir a concretizar-se.  O perigo é que através de uma conversa virtual a pessoa pode dizer o que quiser sobre si mesma, incluindo conceitos e valores e pouco se pode saber se é verdade ou não. A Bíblia declara que a expressão do nosso rosto traduz o sentimento do coração (Pv 27.19) e as atitudes de uma pessoa revelam e ela é boa ou má (Mt 716,17). Quantas vezes você mesmo triste já postou num bate-papo um rostinho alegre J e vice-versa e isso não pode ser notado pela outra pessoa porque não está lhe vendo para perceber a expressão do rosto escondida pelo virtual. No ambiente da comunicação virtual tudo é possível, por isso devemos ter cuidado para não sermos envolvidos pela simulação de alguém que quer parecer o que não é.
A base de muitos relacionamentos virtuais é a mentira, a falsidade, a falta de aceitação pessoal, etc. Aproveitando-se muito dessa base, muitos malfeitores atraem menores para o crime, envolvimento com drogas, prostituição, pedofilia, etc.
Previna-se em relação a elogios, convites, sugestões e conselhos de alguém que você não conhece realmente. O correto é você aceitar tais situações, mas se não for possível, examine tudo com senso crítico e Deus o livrará do mal (Pv 7.33; 1Ts 5.22).
Se alguém quer ser seu amigo, conversar sempre com você mas não quer que outras pessoas saibam (principalmente os seus pais), pode ter em mente que alguma maldade nisso afetará você. Cuidado com palavras bajuladoras, que nunca vão contra suas ideias, e que vão contra a sua ética cristã. “No coração do prudente repousa a sabedoria, mas o que há no interior dos tolos se conhece” (Pv 14.33).
O Jovem cristão deve utilizar-se da tecnologia que dispõe, a fim de evangelizar e comunicar o Reino de Deus. Portanto se você o bate-papo e outros meios de rede social não dê informações sobre sua vida pessoal e da família a alguém que só conhece virtualmente, e analise bem cada palavra (ouvindo, falando ou lendo tudo com atenção). Não vamos perder horas preciosas da nossa vida batendo papo com um suposto amigo, totalmente desconhecido, que não acrescentará nada de bom a nossa vida espiritual, onde pelo contrário só vai nos trazer problemas. Aproveite essas horas preciosas e propague o Evangelho de Cristo.

 

Nenhum comentário: